quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Então...

“Pela profecia o mundo ia se acabar, porém pelo vagabundo é melhor deixar tudo como está”.

Acredito que essa frase caracteriza bem as eleições, tivemos de tudo um pouco. De loucos palhaços “quase” todos tiveram um pouco, incluindo os eleitores.
Foi uma mescla personalidades bem interessantes, Serra chamado de hipocondríaco, Marina Silva chamada de ecocapitalista (sabiam que ela não usa batom, ela unta os lábios com beterrabas), Dilma foi acusada de freqüentar a escola de Getulio Vargas, e que disse tudo isso? O “desbocado”, o “doido” e “anarquista”.

Já nas primeiras horas de segunda feira procurei algo que me tranqüilizasse, pensei que talvez os votos destinados ao Tirirca (por exemplo) sejam uma forma da sociedade estar iniciando um processo de revolução, uma forma de dizer que não somos os únicos palhaços do circo, mentira, acabei mentindo pra mim mesmo, isso serviu somente para acalmar meu coração durante alguns minutos, não quis mais me iludir diante do acontecido, as eleições realmente foram alvo de brincadeiras, foi o ultimo prego que fixou a lona.

Acompanhei a campanha de pessoas sérias, com ideais, que tiveram suas atitudes fundamentas e fatos históricos, refletidos, pensados e aplicados com muita coerência... ignorados pela sociedade.
Dizem que cada povo tem o governo que merece, será isso uma verdade? Acredito que não, governantes não lidam apenas com pessoas, sua gama de atuação é muito maior do que simples humanóides.

Mais cá entre nós, a dança do Tiririca é envolvente.

2 comentários:

Alan Aguiar Paulino disse...

Nossa crítica ficou mesmo parecida, Netinho. Eu escrevi apenas uma pequena nota, junto com o vídeo do "palhaço" e uma fato ilustrativa.(olha a postagem completa lá depois)
Aqui está:

A maioria dos candidatos sempre riu das pessoas, do povo, do eleitor...a única novidade que este palhaço apresenta é que ele ri na nossa cara, em pleno horário eleitoral...Antes deste "abestado'' só o povo brasileiro fazia papel de palhaço, os políticos soltavam gargalhadas das besteiras que os eleitores faziam. O Tiririca confundiu o sistema, hoje temos eleitores palhaços, candidatos palhaços, todos juntos e misturados num grande circo chamado Brasil!
-----------------------------------


Gostei da sua forma sutil de chamar o Brasil de circo: "foi o último prego que fixou a lona". rsrsrs Legal!

É...você tem razão, acho que muita gente quebrou a cabeça tentando formular hipóteses que explicassem a quantidade exorbitante de votos do Tiririca, mas, como você mesmo disse, isso é só uma forma de tentar "tapar o sol com a peneira", a única explicação cabível para tal episódio é a total falta de informação e consciência dos eleitores.
Acredito que as pessoas instruídas e politizadss ficam bem posicionadas neste circo, e por isso conseguem ver tudo o que acontece claramente...elas se sentem responsáveis por toda essa palhaçada, e não conseguem sorrir...

Andrea disse...

Bom Dia!bem...todos dizem que asituaçao do pais é a culpa dos eleitores até mesmo os eleitores,dizem também que não temos consiência do nosso voto,consiência não tem eles!do que adianta pesquisar quem roubou ou não,me parece que não existe veneno para acabar com esses murídeos.