quarta-feira, 21 de outubro de 2009

De Fronte Ao Espelho

O brilho louco do diamante se ostentava em seus olhos, a vela acesa por sobre a mesa, seus olhos, notei em sua face toda a tristeza e decepção, por não saber se controlar... Sentia vergonha de sua figura de fronte ao espelho...
Certa vez me disseram que cada espelha guarda um naco de cada alma que o observa, isso a fazia com que sentisse medo, suas pupilas dilatadas olheiras um tanto quanto aparentes e seu cabelo desgranhado, essa não era a imagem que deveria ser capturada, pois o reflexo de seu interior não tinha absolutamente nada do que sua feição expressava naquele momento, era o exato oposto.
Jurei pela Coca-Cola que levantar-te eu iria, a colocaria no aconchego de meus braços e não permitiria que mais uma vez se entregasse, outrora me sentia um lixo, por não cumprir com o combinado.
Gostaria que em tais momentos apenas subisse na escarpa mais alta, somente para admirar o sol, abrir seus braços e se entregar ao vento. A concepção do sentimento como algo subjetivo o torna imensamente concreto.
Ora bolas, o amor nos surpreende a todo o momento e instante, pois como adultos que somos também somos quase sinceros, se sinceros somente fossemos com nossos sentimentos, talvez fossemos também somente felizes.
Romances vem e vão a cada pagina que é virada, amores permanecem as vezes se escondem um pouco para reaparecerem massivamente. Porem às vezes quando amamos nem sempre desejamos somente o bem, principalmente quando alguém que você quer tão bem já tem do seu lado outro alguém.
É simplesmente impossível de explicar, não é racional... É sentimental.

Fernando Pessoa disse que se não for ridícula não é uma carta de amor... Bem, se não é ridícula é pelo menos brega ou baranga como dizem as más linguas. Não sei se é forma mais usual de se escrever uma carta, mais é uma carta, e de amor.

Este texto já foi escrito à algum tempo, quando ainda estava no inicio de minha desventuras pelos mares da escrita, mais achei interessante publica-lo.

2 comentários:

Ana Paula disse...

adoreeiii Neto!
*-*

Netinho disse...

Valew... JA tava gurdado a algum tempo, ai resolvi colocar no blog. Brigadão...